Dissert

Disponible uniquement sur Etudier
  • Pages : 23 (5682 mots )
  • Téléchargement(s) : 0
  • Publié le : 1 mars 2010
Lire le document complet
Aperçu du document
Representação Social: uma genealogia do conceito

Marcos Alexandre

Introdução O objetivo desse trabalho é apresentar a teoria das representações sociais como uma referência para os estudiosos da Psicologia Social, a partir da contribuição das proposições de Serge Moscovici, especialmente no que se refere ao ramo da cognição social. O texto aborda o conceito de representação social a partirda idéia da “representação coletiva”, desenvolvida por Durkheim, apresentando um breve histórico da teoria, sua importância e abrangência no universo da Psicologia Social, através de uma visão panorâmica de sua evolução, passando pela Escola de Frankfurt, até chegar aos dias de hoje com Moscovici. Dentro de uma perspectiva transdisciplinar, as representações sociais, no presente artigo, surgem comoum campo multidimensional, possibilitando questionar a natureza do conhecimento e a relação indivíduo-sociedade. A contribuição da Psicologia Social é analisada, sendo focalizada a vocação dessa disciplina para estudar as representações simultaneamente como campo socialmente estruturado e núcleo estruturante da realidade social.

Comum - Rio de Janeiro - v.10 - nº 23 - p. 122 a 138 - julho /dezembro 2004 122 COMUM 23

Um breve passeio pela história O processo histórico é contínuo, porém não linear. Ele não pode ser comparado a uma linha reta, pois possui avanços e recuos, mudanças de rumos, idas e vindas. Os acontecimentos de hoje possuem relações com os fatos passados, as rupturas históricas não surgem da noite para o dia, mas sim através de um lento e gradual processo, o qualchamamos de histórico1. Correlacionar passado, presente e futuro, de uma maneira linear, na maioria das vezes mais obscurece o desenvolvimento de determinada questão do que esclarece. Por isso optamos por apresentar a evolução das representações sociais através de um relato fragmentado, procurando demarcar os pontos de maior e menor convergência com a sociologia e a teoria crítica da escola deFrankfurt. A partir de uma visão reducionista e de uma perspectiva de dicotomia entre o individual e o social, a Psicologia ficou com o estudo do indivíduo e a Sociologia com o estudo da sociedade. Esta visão foi consolidada ao longo dos anos, de tal forma que inúmeros teóricos conhecem o estudo de Wundt (considerado o precursor da Psicologia como ciência independente) sobre Psicologia Individual, masdesconhecem os trabalhos desse mesmo estudioso sobre os temas hoje classificados como Psicologia Social2. O conceito de representação coletiva nasceu na sociologia, nos estudos de Durkheim. Foi empregado na elaboração de uma teoria da religião, da magia e do pensamento mítico. O sociólogo argumentou que esses fenômenos coletivos não podem ser explicados em termos de indivíduo, pois ele não podeinventar uma língua ou uma religião. Esses fenômenos são produto de uma comunidade, ou de um povo3. A separação entre o indivíduo e o social não é um processo exclusivo da Psicologia. Durkheim4, ao propor tal divisão procurava dar conta de um todo, mas se fundamentava em uma concepção de que as regras que comandam a vida individual (representações individuais) não são as mesmas que regem a vidacoletiva (representações coletivas). Mas devemos fazer uma distinção entre representações sociais e coletivas, como definidas por Durkheim. Sperber5, faz uma analogia com a medicina, dizendo que a mente humana é susceptível de representações culturais, do mesmo modo que o corpo humano é suscetível a doenças. Ele apresenta a seguinte classificação: coletivas - representações duradou-

COMUM 23

123 ras, tradicionais, amplamente distribuídas, ligadas à cultura, transmitidas lentamente por gerações, comparadas à endemia; sociais - típicas de culturas modernas, espalham-se rapidamente por toda a população, possuem curto período de vida, semelhante aos “modismos” e se comparam à epidemia. Para Moscovici6, o conceito de representação social tem origem na Sociologia e na Antropologia, através...
tracking img