O movimento romantico

Disponible uniquement sur Etudier
  • Pages : 17 (4053 mots )
  • Téléchargement(s) : 0
  • Publié le : 16 juin 2010
Lire le document complet
Aperçu du document
O Movimento Romântico
Origens e Definição
1. É um período estilístico consoante a nova conceituação e terminologia, e a perspectiva sintética, que tendem a vigorar doravante na historiografia literária. (página 139)
O uso da palavra romantismo e seus derivados em critica literária já foi historiado de maneira completa. Remonta ao século XVII na França e na Inglaterra. Com referência acerto tipo de criação poética ligado á tradição medieval de “romances”, narrativas de heroísmo, aventuras e amor, em verso ou em prosa. (página 139 e 140)
Quanto ao substantivo “Romantismo”, seu uso é mais recente, variando nos diversos países europeus pelas duas primeiras décadas do século XIX.
O Romantismo constitui numa transformação estética e poética desenvolvida em oposição àtradição neoclássica setecentista, e inspirada nos modelos medievais.
A nova era literária, o novo estilo, nasceu em oposição ao estilo neoclássico anterior, embora a etiqueta só depois tivesse aceitação geral.
Conforme a concepção de história literária sintética, é um movimento conjunto e unificado com características gerais ecomuns às várias nações ocidentais, elementos positivos e negativos no plano das idéias, sentimentos e formas artísticas. (página 140 e 141)
Deve-se a Paul Van Tieghem o relevo dado a fase pré- romântica, noção recente na história literária, cuja fixação é necessária à compreensão da maneira como os elementos românticos foram de camada em camada penetrando a alma ocidental e dominando a arte ea literatura. (página 141)
As novas tendências que se opuseram no meado do século XVIII aos ideais neoclássicos, preludiando o Romantismo.
A imaginação e o sentimento, a emoção e a sensibilidade, conquistam aos pousos o lugar onde era ocupado pela razão. A noção de natureza e seus corolários – a bondade natural, a pureza da vida em natureza, a superioridade da inspiração natural, primitiva epopular – atraem cada vez mais o interesse e o pensamento dos homens.
Uma série de fatos relevantes constituem o pré- romântico: a desintegração do Neoclassicismo: a mudança do foco de irradiação de temperamento novo da França para a Inglaterra, de onde irrompem as fontes da poesia popular e natural, produzindo um intenso movimento europeu – o ossianismo. (página 141 e 142)
Rousseau éoutro grande europeu, cuja presença no século serve de ponto de irradiação e de convergência das principais tendências que definirão a fisionomia romântica, a ponto de ser, por alguns, cognominado o “pai do Romantismo”.
Como afirma Van Tieghem, é em fatos aparecidos nos treze anos entre 1797 e 1810 que se deve situar o início do Romantismo propriamente: a aparição da escola alemã, dos Iakistasingleses, de Walter Scott, Chateaubriand. Mne. De Stael. Na altura de 1825, todos os países estão mais ou menos conquistados pelo movimento, que, por volta do meado do século, denotará completo esgotamento. (página 142)
2. A melhor definição do fenômeno, no dizer de Wellek, da mesma visão da poesia, da mesma concepção da imaginação, da natureza e do espírito, ou , por outras palavras é uma visãoda poesia como conhecimento da realidade mais profunda por intermédio da imaginação, um estilo poético construído primordialmente de mitos e símbolos. (página 142 e 143)
O exercício dessa qualidade ( capacidade de criar mundos imaginários) era que os fazia poetas. A ênfase na imaginação tinha significação religiosa e metafísica. Essa visão de outro mundo ilumina e da significação eterna àscoisas sensíveis, cuja percepção se torna vívida por essa interpretação do familiar e do transcendente.
No estudo do Romantismo há que estabelecer primeiramente uma distinção entre o estado de alma romântico e o movimento ou escola de âmbito universal. O estado de alma ou temperamento romântico é uma constante universal, oposta à atitude clássica. Enquanto o temperamento clássico se caracteriza...
tracking img