Connaitre soi-même

Pages: 10 (2291 mots) Publié le: 4 septembre 2010
William Blake (1757-1827)

Poeta, pintor e ilustrador inglês. Bem a frente de seu tempo, William Blake viveu toda a sua vida à beira da pobreza e morreu sem ter o devido reconhecimento. Quando criança, Blake desejava ser um pintor. Ele estudou desenho e aos 14 anos foi aprendiz do ilustrador James Basire. Blake começou a escrever poesias aos 12 anos e desenvolveu o hábito de ilustrá-las.Desenvolveu um método chamado "illuminated printing" (impressão iluminada) onde utilizava uma mesma matriz de cobre para desenhar e imprimir o texto de seus poemas.
Blake casou-se aos 25 anos com Catherine Boucher. Ele a ensinou a ler e a escrever e a ajudá-lo em seu trabalho. Juntos trabalharam e produziram uma edição dos poemas de Blake, chamados de Cantos da Inocência (Songs of Innocence)(1789), utilizando o processo de impressão iluminada. Catherine imprimia, coloria as figuras e encadernava os volumes. Mais tarde, publicou Cantos de Experiência (Songs of Experience) (1794). Nos dois trabalhos contrapõe a beleza da natureza à feiura do materialismo. Os livros vendiam pouco, e eram muito baratos.
Os temas das ilustrações de Blake consistiam geralmente de temas religiosos,como nas ilustrações de John Milton, seu poeta favorito (embora rejeitasse seu puritanismo) e ilustrações da Bíblia (21 gravuras do livro de Jó). Embora religioso, Blake rejeitava a moral da época e a igreja institucionalizada. Acreditava na santidade da liberdade sexual, que via como um caminho para a beleza e a inocência. Entusiasta da Revolução Francesa, foi um grande crítico dos malescausados pela Revolução Industrial.
Blake fez muitas ilustrações para outros artistas que ficaram com os créditos e lucros. Ele morreu pobre e admirado por poucos em 1827 deixando incompleto um ciclo de gravuras que ilustrariam a Divina Comédia de Dante.

Helder da Rocha

Fontes: [Encarta 97], [Larousse 98], WebMuseum: Blake, William, Carol Gerten's Fine Art: Blake.

 
[pic]

WilliamBlake
Poética

 
 
 
 
 
|Das Canções da inocência |
| |
| |
| |
|INTRODUÇÃO  |
| || |
|Tocando uma flauta no vale selvagem  |
|Tocando canções doces e alegres  |
|Vi umacriança surgir nas nuvens,  |
|E ela me disse a sorrir,  |
|"Toque aquela do cordeiro";  |
|Então toquei comalegria;  |
|"Toque, por favor, a canção de novo" -  |
|Então eu toquei, e ela chorou ao ouvir.  |
|"Largue a flauta, tua flauta feliz ...
Lire le document complet

Veuillez vous inscrire pour avoir accès au document.

Vous pouvez également trouver ces documents utiles

  • Se connaitre soi-meme
  • Est ce que nous pouvons nous connaitre soi-même
  • Peut on se connaître soi même ?
  • Peut-on être soi-même sans se connaitre ?
  • Peut-on se connaître soi même
  • Faut-il se connaître soi-même?
  • Peut-on se connaitre soit meme
  • Peut on se connaitre soi même ?

Devenez membre d'Etudier

Inscrivez-vous
c'est gratuit !