Maria firmina dos reis, negro, mulher

29647 mots 119 pages
O ROMANCE ÚRSULA DE MARIA FIRMINA DOS REIS: ESTÉTICA E IDEOLOGIA NO ROMANTISMO BRASILEIRO

JULIANO CARRUPT DO NASCIMENTO

Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas da Universidade Federal do Rio de Janeiro como quesito para obtenção do Título de Mestre em Letras Vernáculas (Literatura Brasileira). Orientador: Prof. Doutor Alcmeno Bastos

Rio de Janeiro Junho de 2009

1

DEDICATÓRIA

Para meus pais, Catarina Carrupt do Nascimento e José Francelino do Nascimento.

Aos Mestres Destinados, Anazildo Vasconcelos da Silva e Christina Ramalho.

2

NASCIMENTO, Juliano Carrupt do. O romance Úrsula de Maria Firmina dos Reis: estética e ideologia no Romantismo brasileiro. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras da UFRJ. 106 fl. 2009. Dissertação de Mestrado em Literatura brasileira.

Resumo Esta dissertação desenvolve a crítica sobre a construção narrativa do romance Úrsula (1859), demonstrando que a mulher e o negro, como personagens, desorganizam o mandonismo patriarcal e escravocrata vigente na cultura e literatura brasileiras do século XIX. A contribuição de Maria Firmina dos Reis para a visibilidade feminina e a elaboração da identidade africana do negro escravo está ligada ao travejamento discursivo da estética romântica. A investigação se concentra no modo que o romance se constrói, na distribuição de vozes que tecem o encadeamento narrativo. A estratégia do deslocamento do poder efetuado pela narradora, através de seu recurso estilístico, cria o efeito estético que se harmoniza à concepção ideológica localizando a mulher e o negro como personagens não cordiais em relação aos senhores da terra.

3

NASCIMENTO, Juliano Carrupt do. The novel Úrsula by Maria Firmina dos Reis: esthetic end ideology in the Romanticism Brazilian. Rio de Janeiro: Faculty’s Letter UFRJ 106 pages, 2009. Dissertation of master in Brazilian literature.

Abstract This dissertation develop a critical on the narrative construction

en relation

  • Maria firmina dos reis: uma mulher negra maranhense na luta contra a escravidão
    3223 mots | 13 pages
  • Maria firmina
    958 mots | 4 pages